3 de agosto de 2016 Artist Image

Gagabirô – 1984

  • Bate um Balaio ou Rockson do Pandeiro

    Autores: João Bosco

    Carolina Hum! Hum! Hum! Hum!
    Bate um balaio
    Quero é mandacaru
    Ô cabra do bom!
    A E I O U Y

  • Papel Machê

    Autores: João Bosco & Capinam

    Cores do mar
    Festa do sol

    Vida é fazer
    Todo sonho brilhar
    Ser feliz

    No teu colo dormir
    E depois acordar
    Sendo seu colorido brinquedo de papel marche

    Dormir no teu colo
    É tornar a nascer
    Violeta e azul

    Outro ser
    Luz do querer

    Não vai desbotar
    Lilás cor do mar
    Seda cor de batom
    Arco-íris crepom
    Nada vai desbotar
    Brinquedo de papel marché.

  • Pret-a-Porter de Tafetá

    Autores: João Bosco & Aldir Blanc

    Pagode em Cocotá
    Via a nega rebolá
    Num preta-porter de tafetá
    Beijei meu patuá
    Ói, samba, Oi, ulalá
    Mé carrefour, o randevú vai começa

    Além de me empurrá
    "Kes que sê, tamanduá?
    Purquá jé suí du zanzibar"

    Aí, eu me criei: pás de bafo, meu bombom
    Pra que zanga?
    Sou primo do Villegagon
    Voalá e çavá, patati, patatá
    Boulevar, sarava, vim da Praça Mauá
    Dendê, matinê, bambolê
    Encaçapo você.

    Taí, seu Mitterrand
    Marcamos pra amanhã em Paquetá
    Num flamboyant em fleur
    Onde eu vou ter colher.

    Pompadú? Zulu
    Manjei toa bocú!...

  • Imaãdos Ais

    Autores: João Bosco & Capinam

    Ô Ô Ô Ô AI AI AI AI AI
    Ô Ô Ô Ô AI AI AI AI AI

    O meu amor acalenta os ais
    Imãs dos Andes que a dor atrai
    É minha voz
    Sumo Tupac amargando os ais

    Imã que atrai AI AI AI AI AI
    É minha voz AI AI AI AI AI
    Nos Andes vai AI AI AI AI AI
    Sangra Condor AI AI AI AI AI

  • Gagabirô

    Autores: João Bosco

    Baseado no CANTO DE WEMBA

  • Jeitinho Brasileiro

    Autores: João Bosco & Aldir Blanc

    Pra gostar
    bom é o jeitinho brasileiro
    assim entre o sofrido e o catimbeiro
    feito Ary numa aquarela
    - mentira há de ser sinceramente,
    topada também toca pra frente ¾
    gostar, mas de qual delas?
    Viver com a pulga atrás da orelha
    - quanto mais coçar, sorrir.
    Sambar, ô, ô, ô, ô,
    com um prego no sapato pra peteca não cair.
    Viver; reviver.
    Ver na saudade uma vizinha ¾ Ioiô no quintal! ¾
    folga pro meu lado, mas canto a marchinha
    de um antigo carnaval.
    Vizinhas, Ioiô morena, irmã da loura Iaiá...
    O meu irmão noivou da Iaiá, feliz.
    Mas viu na morena calor de pão, sumo de limão,
    frescor de buritis
    e água de riacho rente aos pés,
    um zonzo de zumbido das abelhas, mel dos méis...
    Se Iaiá saía, Ioiô vizinha se despia, a flor do quintal!
    Meu irmão pensava mas cantarolava
    pra manter sua moral:
    lourinha, lourinha, dos olhos claros de cristal,
    quanto tempo, ao invés da moreninha, será a rainha
    do meu carnaval.
    Lourinha, Morena, rainhas do meu carnaval,
    qualquer dia, Iaiá e Ioiô vizinhas vão reinar
    juntinhas lá no meu quintal.
    Braguinha, Braguinha, Braguinha, não me leve a mal
    Eu não esqueço a loura e a moreninha,
    Pago tua parte em Direito Autoral.

  • Tambores

    Autores: João Bosco

    Caí no chá-chá-chá,
    caí no mambojá,
    caí no sambabá,
    caí no yuorubá.
    Bata e Bembé,
    Yuka Arará...
    Africaribe,
    Iyesa!

  • Retorno de Jedai

    Autores: João Bosco & Aldir Blanc

    Me perguntou se eu tava a fim de peixe
    e eu, grávida, quis guaiamum
    - ou então nenhum.
    Pois foi comprar com ar de interesse:
    trouxe lula, mexilhão e atum
    - mas ói que nêgo ruim...
    Não sai da rua e diz que não se entoca
    pois não se amasiou com tatu
    - bidu!...
    que se casou comigo porque eu era rica:
    deu o tal golpe do baú.
    Pão-duro pra cachorro leva a bolsa presa à pança
    feito canguru
    - vai tomar no ...
    Na cama é um coelho rapidim mas tem mais papo do que baiacu
    - apresado come cru...
    E quando passa mal, me ameaça:
    que me leva junto lá pro Caju.
    - eta urubu!
    É rubronego desde garotinho mas por ser bicheiro
    diz que é Bangu...
    Se a gente briga, vai pro telefone
    e faz queixa pra mamãe
    - ai, Jesus!
    No carnaval, sai de saia, sapato de salto alto, pintado!
    - Credo em Cruz!
    Imita na banheira a Dalva de Oliveira de "Tudo Acabado".
    a "Kalu" (chuchu...)
    Se bebe - eu que ature! -
    diz que home tem que ser paraquedista
    ou manicure.

  • Senhoras do Amazonas

    Autores: João Bosco & Belchior

    Rio, vim saber de ti e vi.
    Vi teu tropical sem fim
    quadrou de ser um mar.
    Longe Anhangá!
    Tantas cunhãs e eu curumim!
    O uirapuru
    (oh! lua azul!)
    cantou pra mim!
    Rio, vim saber de ti, meu mar
    Negro maracá jarí
    Pará, Paris jardim
    Muiraquitãs,
    tantas manhãs - nós no capim!
    Jurupari
    (oh! Deus daqui!)
    jurou assim:
    - Porque fugir se enfim me queres!
    Só me feriu como me feres
    a mais civilizada das mulheres!
    Senhoras do Amazonas que sois
    donas dos homens e das setas,
    porque já não amais vossos poetas?

  • Dois Mil e Índio

    Autores: João Bosco & Aldir Blanc

    Eu vou como eu vim:
    de chinelo, pareô, cocar...
    guizo de arlequim
    e gorro de pierrô pra despistar...
    oiô oiô oiôiôiô
    arco e flecha ¾ só pra embaralhar?
    oiô oiô oiôiôiô
    sou banzo que bateu num baobá.
    Minha fantasia é beduíno, barba-azul, bêibe,
    é de meretriz e lêide,
    é pó-ca-rô-pé-tô-da-lô
    cavaco em "Moonlight Serenade".
    O Glen Miller toca frevo e toca até maracatú,
    Tá faltando um no zum-zum-zum...
    eu vou de fraque sabendo
    que o fundo tá aparecendo
    Anjo do Inferno: Brasil,
    Índio do ano 2000!

Share on:
Trem Bala Agnus Sei Por Um Sorriso Dois pra lá Dois pra cá Incompatibilidade de Genios Genesis (Parto) Falso Brilhante Linha de Passe Tal mãe, Tal filha Angra Profissionalismo é isso ai Escadas da Penha Bate um Balaio ou Rockson do Pandeiro Cabaré Coisa Feita Malabaristas do Sinal Vermelho Siri Recheado e o Cacete Tristeza de uma embolada Amar, Amar Quilombo Si Si No No Ditodos O Mestre-sala dos Mares As Minas do Mar Granito Desnortes Holofotes Indeciso Coração Querido Diário Forró em Limoeiro Se Você Jurar Calango Rosa Papel Machê Pixinguinha 10x0 Beirando a Rumba Kid Cavaquinho Perversa Mama Palavra Cinema Cidade Incompatibilidade de Gênios Bala com Bala - Edu Lobo Pronto pra próxima